biografia

Heroilma Soares Tavares

Heroilma, com seu pai Francisco Bento de Souza

Nascimento

Heroilma Soares Tavares nasceu em Ubatã (Bahia), no dia 1º de junho de 1959. Filha de Laurentina Soares dos Santos e Francisco Bento de Souza perdeu a mãe quando tinha um ano e meio. Com isso, foi criada por Alice Benta de Novaes, esposa de seu pai, a quem também considera como mãe. Como Alice era portadora de necessidades especiais, Heroilma junto com seus seis irmãos, aprendeu desde cedo a encarar a vida com outro olhar.


Infância

Na pequena cidade de Ubatã, Heroilma viveu experiências que guiaram sua vida. Filha caçula, criada em fazenda, era ela quem ficava em casa, para auxiliar a mãe nos serviços domésticos. Cresceu ajudando quem estava por perto e, mesmo com as dificuldades da vida no campo, sempre teve grandes sonhos.


Heroilma, em Ubatã (Bahia)

Adolescência

Nessa época, Heroilma já se destacava no grupo. A menina que gostava de festas e conversas liderava as comemorações entre os amigos. A mesma empolgação Heroilma também tinha nos estudos. Mesmo tendo que atravessar um rio todos os dias para chegar à escola, cursou até o 2º ano do colegial (atual Ensino Médio). Aos 17 anos conheceu Armando Tavares Filho, com quem casou um ano depois e veio para São Paulo.


Mudança para São Paulo

Como muitos nordestinos, o casal mudou-se para São Paulo atrás de melhores condições de vida. Desembarcaram na capital paulista em agosto de 1977. Instalaram-se no bairro da Ponte Rasa. Já grávida de sua primeira filha, Guiomar, Heroilma assume a responsabilidade de cuidar da família, enquanto Armando começa a trabalhar em farmácia.


Heroilma e Armando Tavares Filho, o Armando da Farmácia

A chegada em Itaquá

No final de 1979, motivada pela mudança de emprego de Armando, a família se muda para Itaquá. A primeira moradia foi na região central da cidade, onde Armando passou a trabalhar em outra farmácia. Nesse ano, o casal tem seu segundo filho Cristiano. Entre 1980 e 1981, Armando passa a ser sócio do estabelecimento e abre uma unidade no bairro do Caiuby e a família se muda para o local. Nesse período, Heroilma divide o tempo entre cuidar da família e ajudar na farmácia.


Vida política

Em 1988 nasce Armando Neto, o filho caçula do casal. No mesmo ano Armando é eleito o vereador mais votado da cidade. Votação que se repete em outras eleições. Diante disso, Heroilma passa a ter um papel social a cumprir. Como esposa do vereador do bairro, ela assume a responsabilidade de dialogar com as pessoas e explicar os direitos e deveres do vereador e da comunidade. Heroilma se saiu muito bem no relacionamento com os eleitores. Ela já tinha afinidade com a política, pois seu pai fazia parte do MDB, partido de oposição nos tempos de ditadura.


Heroilma quando foi Secretária Municipal de Promoção Social de Itaquaquecetuba

Itaquaquecetuba

Além de primeira-dama da cidade, Heroilma foi durante 6 anos Secretária Municipal de Promoção Social de Itaquaquecetuba e Presidente do Fundo Social de Solidariedade. No cargo de secretária, reativou alguns dos principais conselhos da cidade, como o da Assistência Social (COMAS), dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), do Idoso (CMI), da Pessoa com Deficiência (CMPCD), e implantou alguns que a cidade não possuía ainda, como o do Bolsa Família (CMBF), dos Direitos da Mulher (CMDM), da Segurança Alimentar (CMSA), e da Erradicação do Trabalho Infantil (PETI). Além disso, trouxe para a cidade a Casa do Adolescente, Banco de Alimentos, Programa Acessa São Paulo, Cozinha Comunitária, Projeto Sabido, Sabido Kids, Centro de Inclusão Social (CIS), entre outras ações importantes.

Receba nossos boletins

© COPYRIGHT 2013 - HEROILMA - Todos os direitos reservados. Design Help Propaganda